25.12.14

Just Another Christmas

Sei que já não escrevo à imenso tempo e não vim pedir desculpas por isso. Vim falar-vos do meu 16º Natal:
Há imenso tempo (3 ou 4 anos) que a minha família não faz árvore de Natal ou presépio e posso admitir que isso ainda me incomoda, era eu que colocava a estrelinha no topo da árvore. Era uma tradição hoje quebrada. Há uns anos para cá que as ruas estão mais pobres em termos de luzes, não há riqueza e eu, a cada natal que passa, vou perdendo um pouco do espírito natalício, agora apercebo-me que não existe pai Natal ou outro brilho qualquer para nos fazer felizes, as discussões acentuam-se e eu tenho de observar e calar porque não existe nada que eu possa fazer para mudar a situação.
Mas eu gosto do Natal, porque a mesa está cheia de comida, porque eu não passo fome, porque as poucas prendas que recebo são boas e de coração, porque continuamos a ser as mesmas 11 pessoas de há 13 anos atrás. Porque ninguém partiu e ninguém parou. 
Eu gosto e vou sempre gostar do natal desde que me ria, e eu rio-me imenso em casa dos meus tios. Apesar de tudo eu sei que o pior natal está por vir, quando já não formos onze, quando já não houver tanta comida ou trocas de prendas. Sei que eventualmente irá acontecer mas continuarei a acreditar no natal.

Sem comentários:

Enviar um comentário